Vencedores do 9º Prêmio Pio Corteletti | Coopeavi

Acesso rápido:

Índice

Vencedores do 9º Prêmio Pio Corteletti


Os vencedores do 9º Prêmio Pio Corteletti- Arábica e Conilon Especial foram revelados neste sábado (14), em Venda Nova do Imigrante. Os cafeicultores Gilcimar Filete (Venda Nova) e Edilson Brandt (Afonso Cláudio) foram os campeões nas categorias Arábica e Conilon, respectivamente. Um total de 130 pessoas dentre diretoria, colaboradores e associados da Coopeavi, familiares e autoridades participaram da solenidade no Armazém da Pronova.

Filete alcançou 90,83 pontos na análise sensorial, superando Sivanius Kutz (Itarana), com 90 pontos, e Rodrigo Hoffmann (Marechal Floriano), com 88,58. O produtor comemorou o resultado com a família. “Fico feliz, resultado de um bom trabalho com total apoio da família”, declarou o campeão do melhor arábica.

Já na categoria Conilon, o município de Afonso Cláudio provou ser terra de cafés muito especiais. Terceiro colocado na edição 2018, Edilson Brandt veio faturar o primeiríssimo lugar este ano com 87,16 pontos. Os segundo e terceiros colocados são Altamiro Lüdke, também de Afonso Cláudio (86,41) e José Braz Ortelan, de Santa Teresa (85,83).

Dois mil e dezenove será um ano inesquecível para Edilson Brandt. “Venci também o concurso municipal recentemente. Fiquei bastante surpreso com o resultado. O prêmio é o reconhecimento do trabalho que desempenho com minha família”, disse.

Além de premiar os vencedores com troféu, certificado e dinheiro, a Coopeavi concedeu medalhas aos 20 finalistas desta edição do Pio Corteletti. O prêmio tem por objetivo identificar, incentivar e premiar os melhores cafés das espécies arábica e conilon produzidos no Espírito Santo como forma mais eficaz de conquista de novos mercados e atender à crescente demanda por produto com qualidade superior. Ao todo 31 cafeicultores estão na disputa, sendo 17 na categoria Conilon e 14 na Arábica.

O presidente da Coopeavi, Denilson Potratz, parabenizou os premiados e destacou a relevância do Estado na produção de cafés especiais e a importância do cooperativismo. “Estamos aqui para dar suporte. A cooperativa tem que ser uma via de mão dupla. Fazemos nosso papel e o cooperado deve fazer o papel dele”.

Ao final do evento, a cooperativa sorteou a Ford Ranger da promoção dos 55 anos junto aos cooperados. O contemplado é o avicultor Helmar Lemke, de Santa Maria de Jetibá.

Perspectivas

Na oportunidade, o gerente do Negócio Café da Coopeavi, Giliarde Cardoso apresentou os resultados de 2019 e anunciou as perspectivas de mercado para o próximo ano.

Estão previstos novo parceiro para compra de cafés dos cooperados na Europa com pontuação entre 80/85 pontos, abertura de mercado para cafés de pontuação menores e continuidade da busca de compradores para os cafés certificados.

Neste ano, os destaques na área de cafeicultura foram as mais de 15 reuniões pré-safra, com a participação maciça dos associados, que serão intensificadas em 2020, a obtenção do selo Fairtrade e a rastreabilidade de 100% dos cafés industrializados.

 

Vencedores do 9º Prêmio Pio Corteletti- Arábica e Conilon Especial

Categoria Arábica

1º lugar- Gilcimar Filete- 90,83 pontos- Venda Nova do Imigrante

2º lugar- Sivanius Kutz- 90 pontos- Itarana

3º lugar- Rodrigo Hoffmann- 88,58- Marechal Floriano

 

Categoria Conilon

1º lugar- Edilson Brandt- 87,16 pontos- Afonso Cláudio

2º lugar- Altamiro Lüdke- 86,41- Afonso Cláudio

3º lugar- Jozé Braz Ortelan- 85,83- Santa Teresa