Veneza lança livro de receitas ‘Sabores Afetivos’ | Coopeavi

Acesso rápido:

Índice

Veneza lança livro de receitas ‘Sabores Afetivos’


A Veneza, marca de lácteos da Coopeavi, acaba de lançar o livro de receitas “Sabores Afetivos”, assinado pela chef Cirlei Benincá. A publicação, também disponível na internet, traz 30 receitas que incluem 48 produtos fabricados pelos laticínios Veneza, em Nova Venécia.

O livro faz parte da campanha de mesmo nome que tem o objetivo de transmitir a simplicidade da harmonização dos produtos Veneza e aproximar o consumidor interessado em gastronomia, mostrando como eles podem combinar muito bem com os mais diversos pratos de uma maneira simples.

A publicação é considerada histórica, pois registra o talento de uma chef da cidade sede da Veneza na arte de cozinhar com produtos de uma empresa local. A versão digital do livro está disponível gratuitamente no site www.venezalacteos.com.br.

“Esperamos que os clientes e consumidores recebam esta publicação com muita alegria e que desenvolvam belos pratos. Nós queremos ver essa marca ir cada vez mais longe”, diz o diretor para Assuntos Lácteos da Coopeavi, Erik Pagung..

Para o diretor, a iniciativa irá fortificar ainda mais a marca Veneza junto ao público. “Trata-se de uma marca com 66 anos, sólida e com credibilidade. Os consumidores conhecem a qualidade dos nossos produtos”.

‘Sou uma embaixadora dos produtos Veneza’

A chef Cirlei Benincá não foi escolhida à toa. Com 32 anos na área (aprendeu a cozinhar aos dez), mesmo tempo à frente do Cidade Hotel e Restaurante Don Benin, em Nova Venécia, ela ostenta o título de “Embaixadora da Gastronomia Capixaba” e faz questão de dizer que é grande divulgadora dos produtos Veneza.

“Sou uma embaixadora da Veneza. Faço naturalmente a campanha dos produtos da marca para onde vou. Dou de brinde, faço cestas...”, diverte-se Cirlei, honrada com o convite para o livro. “É de grande importância pessoal e profissional, pois sela meus 32 anos de profissão”.

Ela destaca que dedicou dois meses à seleção e aos testes das receitas- nem todas autorais, algumas são releituras- que valorizam a cozinha afetiva e são fáceis de fazer. “São adaptações simples, que não alteram tanto o sabor do ingrediente original e inclui os produtos Veneza”, explica.