Jantar vai reunir cafeicultores e degustadores internacionais | Coopeavi

Acesso rápido:

Índice

Jantar vai reunir cafeicultores e degustadores internacionais

A Cooperativa Agropecuária Centro-Serrana (Coopeavi) participa da segunda fase brasileira do concurso internacional de cafés “Cup of Excellence 2017”, que começou na última segunda-feira (16) e vai até o próximo dia 22 (domingo), no campus do Ifes em Venda Nova do Imigrante, na região serrana do Espírito Santo.

No próximo sábado (21), às 18h, a cooperativa promove um jantar para reunir jornalistas, cafeicultores, baristas, empresários e degustadores internacionais que fazem parte do júri do concurso. O evento será realizado no Armazém da Pronova, na rodovia Pedro Cola, km 4,5, saída de Venda Nova para Castelo.

A ideia é integrar a cadeia produtiva do café e mostrar aos especialistas a qualidade dos grãos produzidos nas montanhas capixabas. A Pronova é o braço de produção de café arábica da Coopeavi e há quase 20 anos promove a produção de cafés especiais na região.

“É uma oportunidade de mostrar ao mundo o papel fundamental do fomento à qualidade dos cafés capixabas. A Coopeavi, por meio da marca Pronova, tem realizado diversas ações para promover o produtor que se esforça em produzir com qualidade diferenciada”, aponta o gerente do Negócio Café Coopeavi, Giliarde Cardoso.


O concurso

O “Cup of Excellence” é realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, sigla em inglês) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), como parte do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”. O concurso é realizado em cada país que adere ao sistema de classificação da BSCA.

Durante o evento, produtores nacionais submetem suas amostras de café arábica (natural ou cereja descascados) a uma competição anual realizada em três fases. A primeira é a degustação sem identificação de lotes de cafés por um júri nacional para selecionar as melhores 40 amostras de cada. Este ano, a primeira fase contou com 437 lotes inscritos, dos quais foram pré-classificados 133 cafés.

Desse total, 108 são oriundos da Indicação de Procedência das cinco regiões produtoras de Minas Gerais (Cerrado Mineiro, Matas de Minas, Mantiqueira de Minas, Sul de Minas e Chapadas de Minas); 13 das regiões de Indicação de Procedência paulistas (Alta Mogiana e Média Mogiana); cinco da região da Chapada Diamantina (BA); três das Montanhas do Espírito Santo; e três da Indicação de Procedência do Norte Pioneiro do Paraná.

Os três cafés capixabas selecionados da fase nacional para a fase internacional, na categoria Pulped Natural, são oriundos de produtores associados à Coopeavi: Henrique Leivas Sloper de Araújo (Domingos Martins), Leidiomar Moreira Menegueti (Brejetuba) e Luciano Dutra Pimenta (Afonso Cláudio).

Na segunda fase, depois de uma degustação de três dias, um júri internacional premia os melhores lotes com o prêmio “Cup of Excellence”. O júri internacional é composto por profissionais da indústria de café e provadores de países como Estados Unidos, Europa, Japão, Canadá, Austrália, Brasil, Guatemala e Nicarágua. Os cafés classificados vão à leilão na terceira fase da competição.


Fonte: Coopeavi