Coopeavi entre as maiores e melhores empresas agro | Coopeavi

Acesso rápido:

Índice

Coopeavi entre as maiores e melhores empresas agro

A Cooperativa Agropecuária Centro-Serrana (Coopeavi) figura mais uma vez no ranking das 400 maiores e melhores empresas do agronegócio brasileiro, publicado pela Revista Exame. O resultado é baseado no faturamento das instituições em 2016. Entre as empresas capixabas, a Coopeavi ficou com o 8º lugar em receita.

O resultado integra o prêmio “Melhores e Maiores 2017” da publicação da editora Abril e é considerado o anuário mais respeitado do mercado corporativo brasileiro. A avaliação considerou indicadores como crescimento, rentabilidade, saúde financeira, investimento, entre outros pontos, que refletem o sucesso na condução dos negócios e na disputa de mercado.

“Além de planejado, o crescimento da cooperativa é natural. A Coopeavi vem realizando diversos negócios, a exemplo do Condomínio Avícola. Ainda não estamos investindo mais devido à crise econômica, mas temos projetos de expansão a serem retomados assim que a economia melhorar. Temos muito mercado e precisamos estar mais próximo dos produtores”, diz o vice-presidente da Coopeavi, Denilson Potratz.

A Coopeavi é uma cooperativa do segmento Agronegócio, com atuação no Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia. Fundada em 1964. Atualmente conta com mais de 11 mil cooperados, em sua maioria pequenos e médios produtores. Recentemente, incorporou a Pronova, cooperativa com cafeicultores especialistas em qualidade de café, e inaugurou o primeiro Condomínio Avícola para produção de Ovos do Brasil.

Em 2016, a cooperativa obteve resultado de R$ 5,7 milhões. O valor é referente às sobras líquidas do ano passado e, desse total, R$ 1,5 milhão está sendo revertido em 50% na conta capital e outros 50% disponibilizados em crédito aos cooperados nas 20 lojas da cooperativa até o fim deste ano.

O ano de 2016 também marcou o melhor resultado dos últimos três anos no Ebtida. Com aumento de 20%, trata-se de um indicador financeiro que representa quanto uma empresa gera de recursos através de suas atividades operacionais, sem contar impostos e outros efeitos financeiros.

Fonte: Coopeavi