Coopeavi representada no Fórum Mundial de Produtores de Café | Coopeavi

Acesso rápido:

Índice

Coopeavi representada no Fórum Mundial de Produtores de Café

Evento aconteceu de 10 a 12 de julho, em Medellín, na Colômbia, e reuniu representantes de várias partes do mundo para discutir os desafios da cafeicultura
A Cooperativa Agropecuária Centro-Serrana (Coopeavi) esteve representada no 1º Fórum Mundial de Produtores de Café, que reuniu cafeicultores, exportadores, importadores, compradores, torradores e distribuidores de 10 a 12 de julho, em Medellín, na Colômbia. Durante três dias, os participantes discutiram os desafios da cafeicultura no planeta.
O gerente do Negócio Café da Coopeavi, Giliarde Cardoso, teve a missão de representar os cafeicultores cooperados e trazer informações relevantes sobre o mercado cafeeiro para o dia a dia da cooperativa. “Foi importante para a Coopeavi estar presente porque nós representamos os produtores. Durante o fórum, foi possível ver o que outros países estão fazendo na cafeicultura, quais são os avanços e para onde esse mercado está caminhando”, declara Cardoso.
Só para se ter uma ideia, 25 milhões de famílias trabalham nas fazendas produtoras em todo o mundo. Dentro da indústria, todos os integrantes da cadeia produtiva formam uma parte essencial no valor da rede de café que começa na plantação e termina no copo.  
Atualmente, estamos enfrentando grandes desafios, como a sustentabilidade econômica do produtor, a produtividade, a volatilidade do preço internacional, as mudanças climáticas e o aumento da demanda para mais de 50 milhões de sacas nos próximos dez a 15 anos.
Segundo o gerente da cooperativa, o Fórum Mundial analisou todos esses desafios de uma maneira compreensível, com especialistas de todo o mundo debatendo sob os princípios de corresponsabilidade e cooperação. 
“O objetivo é ter uma produção voltada principalmente para as questões sustentáveis, não só as ligadas ao meio ambiente. Sustentabilidade também acontece na sucessão familiar nas propriedades. Com a baixa remuneração para os produtores, o êxodo rural é a realidade de muitos países.” 
Giliarde Cardoso destaca ainda a importância da participação no evento na questão dos cafés certificados. “Interessante saber como o mercado está olhando para esses cafés. A ida da Coopeavi ao Fórum Mundial foi muito importante para nós”. A participação da cooperativa se deu graças ao apoio do Sistema OCB/Sescoop-ES.

Fotos Relacionadas