Mulching no café: mais eficiência e redução de mão de obra | Coopeavi

Acesso rápido:

Índice

Mulching no café: mais eficiência e redução de mão de obra

Por Georgia Alvim, Baixo Guandu-ES

Redução de mão de obra, economia de água e moderação do uso de herbicidas. Esses são alguns dos benefícios ao utilizar o mulching na cultura do café. Para tratar sobre este assunto, a Coopeavi realizou um Dia de Campo no Córrego Juazeiro, distrito de Ituêta (MG), na propriedade do cooperado Valdemar Raasch.


O evento realizado no dia 29 de outubro, contou com a presença de 52 produtores interessados em conhecer mais sobre a inovação aplicada no cafezal do cooperado Valdemar Raasch. “Se nós não tivéssemos utilizado o mulching neste plantio, acredito que as mudas não teriam sobrevivido ao período crítico de seca pelo qual estamos passando”, avalia Raasch.


O agrônomo da Coopeavi, Aristeu Kuhn, e o representante da Eletro Plastic, Egildo Stieg, explicaram aos produtores presentes quais os principais benefícios do mulching para o café.


De acordo com eles, essa prática apresenta resultados significativos, como economia de mão de obra, por reduzir a necessidade de procedimentos de capina. Ao mesmo tempo, a tecnologia também permite reduzir o emprego de herbicidas e, consequentemente, diminui o perigo de intoxicação das mudas. 


E também, gera uma grande economia de água, pois proporciona uma barreira física que reduz transferência de energia e vapor d’água entre o solo e a atmosfera (evaporação), permitindo que o solo permaneça com umidade por período maior após a realização de uma irrigação.

Fotos Relacionadas